Infinito Particular

Um mundo confuso e divertido…

Se aceita… se ame! — 20 de outubro de 2017

Se aceita… se ame!

Aceite que vc duvida de tudo…
Saber demais gera isso, por isso a ignorância é uma virtude.

Enquanto vc não aceitar que vc duvida de tudo e de si… e que quer tudo no mundo mas é só um ser humano

Vc vai estar em crise!

Se aceita… pode não ser perfeito mas é quem vc é.

Vc é dúvida… vc é anseio…
Se não se aceitar… não vai poder viver…

Anúncios
Estrada Nova — 16 de outubro de 2017

Estrada Nova

 

O futuro nos chama…

O medo é como uma âncora… ele te prende e te amarra…

Devemos parar de temer e ir em frente, lutar e conquistar o futuro que desejamos.

Observando meu filho, sim tenho um, crianças não temem a queda, o arranhão, eles tem tanto anseio por descobrir e se aventurar que a dor é algo pequeno demais pra impedir a busca por algo novo.

Vamos ser como crianças… arriscar mais e dar menos valor a dor… vamos explorar e conquistar… viver e nos eternizar.

Permanecendo — 25 de setembro de 2017
… — 27 de junho de 2017
Quebrado… Destruído. —
26 — 6 de junho de 2017

26

Os anos passaram sem que eu percebesse.

É engraçado como vivo perseguindo o passado, deixando o hoje ir embora pra lamentar ele quando for amanhã.

O que fazer quando somos conscientes do problema mas incapaz de resolve lo?

Os dias passam e me torno mais e mais distante daquilo que sonhei pra mim.

Coloquei um peso nas sua costas, o peso de me fazer feliz mas ninguém pode fazer o outro feliz.

Meus textos não tem mais nexo são só desabafos jogados sobre as teclas do computador ao som de uma música triste.

Somos feitos pra quebrar… e eu estou bem partida…

Fazemos planos impossíveis de se realizar, somos ensinados a sonhar bem alto e quando se é jovem isso é alimentado a cada segundo mas a vida de “adulto” chega e nos perdemos no caminho.

Hoje entendo a ideia do Peter Pan… sermos jovens pra sempre.

Tive mais um dia ruim, um de muitos que ainda virão.

Perco a cada dia um pedacinho… mais um… mais um…

 

Não era pra ser assim…

 

I miss you so much!

A chave – Gugu Peixoto — 26 de maio de 2017

A chave – Gugu Peixoto

“Sou todo nosso e o resto é desespero

De quem não abre pra quem bate,
Porta retrato
O céu daqui são luzes artificias
E sem olhar pra trás eu peço
Não me abra nunca mais

Trocamos os sentidos e
Só nos falta trocar de indivíduos,
Nós trocamos os sentidos
Nós trocamos os sentidos e
Só nos falta trocar de indivíduos,
Nós trocamos os sentidos, nós…”