“Sou todo nosso e o resto é desespero

De quem não abre pra quem bate,
Porta retrato
O céu daqui são luzes artificias
E sem olhar pra trás eu peço
Não me abra nunca mais

Trocamos os sentidos e
Só nos falta trocar de indivíduos,
Nós trocamos os sentidos
Nós trocamos os sentidos e
Só nos falta trocar de indivíduos,
Nós trocamos os sentidos, nós…”

Anúncios